The Ones Who Live: O retorno de Rick e Michonne é um thriller romântico e tenso

Andrew Lincoln como Rick Grimes em The Walking Dead The Ones Who Live  olhando diretamente para a câmera com sangue no rosto

Rick e Michonne finalmente estão de volta The Walking Dead: The Ones Who Live, juntando as peças do maior mistério da franquia e colocando o relacionamento deles no teste mais difícil até agora.

Destaques

  • Rick e Michonne estão de volta, com excelentes atuações de Andrew Lincoln e Danai Gurira.
  • The Ones Who Live concentra-se no relacionamento de Rick e Michonne mais do que nunca, lembrando aos espectadores por que sentiram falta deles.
  • As intenções do CRM ainda são um mistério frustrante, mas o que é revelado sobre a organização os pinta como vilões formidáveis.

Já se passaram seis anos desde que Rick foi levado em um helicóptero do CRM, e quatro desde que Michonne descobriu evidências de que ele ainda poderia estar vivo e foi procurá-lo.

Como um dos pontos de trama mais persistentes (e provavelmente mais atraentes) da série original, dizer que é bom finalmente obter algumas respostas é um eufemismo.

The Walking Dead The Ones Who Live Pôster do programa de TV
Foto: AMC

Criado por Scott M. Gimple e Danai Gurira, The Walking Dead: The Ones Who Live é uma sequência de série spin-off na franquia The Walking Dead.

A série começa algum tempo depois que Michonne sai da série original, enquanto ela busca se reunir com seu amante, Rick Grimes. Enquanto isso, Rick se encontra em meio a outra guerra entre os vivos e os mortos.

Prós

  • Andrew Lincoln e Danai Gurira estão de volta e em plena forma;
  • O relacionamento de Rick e Michonne recebe o foco forte que merece;
  • Finalmente, algumas respostas muito necessárias sobre o CRM.

Contras

  • Mas, as verdadeiras intenções do CRM permanecem frustrantemente ocultas, arrastando este mistério de longa data.

No entanto, com estas respostas surgem mais questões – não apenas sobre as intenções do CRM, mas também se Rick e Michonne continuam a ser as mesmas pessoas que perderam há tantos anos.

The Ones Who Live é a terceira série spin-off da AMC desde que a série principal terminou em 2021 e seu sexto no geral.

Ele reúne das duas maiores estrelas, Andrew Lincoln e Danai Gurira, e foi criado pelo escritor e produtor de longa data Scott Gimple ao lado de Gurira.

A série centra corretamente Rick e Michonne, colocando ainda mais foco em seu romance do que vimos anteriormente, e Lincoln e Gurira estão mais do que à altura da tarefa de nos lembrar por que sentiram tanta falta deles.

Como arquiteto da misteriosa história de amor Militar da República Cívica e de “Richonne”, faz sentido que Gimple explore ambos mais profundamente em uma nova série.

Começando nos anos desde o seu desaparecimento, Rick é um prisioneiro do CRM, desesperado para escapar e voltar para casa.

Enquanto isso, Michonne está em uma jornada para trazê-lo para casa, enfrentando seus próprios obstáculos enquanto luta para reunir sua família.

O retorno de Rick e Michonne é facilmente o destaque da série

A verdadeira atração de The Walking Dead: The Ones Who Live está, é claro, alcançando Rick e Michonne.

Tanto Lincoln quanto Gurira voltam facilmente aos seus papéis, e é uma alegria genuína vê-los de volta como personagens icônicos.

Eles estão cercados por um conjunto forte, com Thorne de Lesley-Ann Brandt e Nat de Matthew August Jeffers sendo destaques particulares.

Ainda assim, a série centra Rick e Michonne, colocando ainda mais foco em seu romance do que vimos anteriormente, e Lincoln e Gurira estão mais do que à altura da tarefa de nos lembrar por que sentiram tanta falta deles.

Para Rick, ele foi empurrado para uma situação totalmente nova que o forçou a se adaptar, e Lincoln traz uma vantagem ao seu desempenho que parece atrasada.

Como Michonne, Gurira se sente reenergizada, como se os anos longe do papel tivessem reacendido sua paixão. Ela rouba a cena mais de uma vez e é um prazer assistir.

Porém, nada é fácil e, embora Rick e Michonne se sintam familiares, é evidente que os anos que passaram separados os mudaram. Essas diferenças criam uma tensão inesperada, mas também permitem que o relacionamento no centro da série realmente brilhe.

O CRM continua sendo um inimigo intrigante

Perfil lateral de Terry O'Quinn como Major General Beale em The Walking Dead The Ones Who Live

Além de revelar o que aconteceu com Rick e Michonne, The Walking Dead: The Ones Who Live se aprofunda no CRM, finalmente fornecendo respostas às perguntas que temos sobre a organização militar há anos.

Mas por mais satisfatórias que sejam a maioria dessas respostas, as intenções gerais do CRM permanecem frustrantemente ocultas (pelo menos nos episódios que visualizamos).

E embora seja esperado algum mistério, dado há quanto tempo o CRM tem sido considerado o grande mal de toda a franquia, é uma decepção que a verdade por trás de suas intenções esteja sendo revelada.

Dito isto, o que é revelado sobre o CRM e seu relacionamento com a República Cívica e a Aliança dos Três é intrigante e os pinta como vilões diferentes de tudo com que Rick e Michonne já lidaram antes.

Um foco tão forte no CRM também dá uma sensação muito mais conspiratória e de suspense que é marcadamente diferente dos elementos típicos de sobrevivência vistos em The Walking Dead.

Infelizmente, isso também significa tempo de tela minimizado para os excelentes zumbis da franquia, mas ainda restam alguns caminhantes escolhidos.

No geral, porém, colocar personagens familiares como Rick e Michonne nesta nova situação funciona a favor da série, criando uma visão um tanto nova e ao mesmo tempo proporcionando os momentos tensos e angustiantes que esperamos.

The Walking Dead: The Ones Who Live foi um dos mais esperado spin-offs da AMC, e para aqueles que estão ansiosos para ver o que aconteceu com seus personagens favoritos, a série entrega.

No entanto, não é de forma alguma um ponto de partida para novos espectadores e pode até ser difícil para quem saiu da série original anos atrás.

Ainda assim, este último spin-off teve um começo forte que, esperançosamente, resolverá suas pontas soltas de uma maneira satisfatória antes que tudo seja dito e feito.

The Walking Dead: The Ones Who Live estreia no domingo, 25 de fevereiro na AMC e AMC+.

Data de lançamento: 25 de fevereiro de 2024

Elenco: Andrew Lincoln, Danai Gurira, Pollyanna McIntosh, Lesley-Ann Brandt, Terry O’Quinn

Temporadas: 1

Escritores: Scott M. Gimple, Danai Gurira

Rede: AMC

Serviços de streaming: AMC+

Franquia(s): The Walking Dead

Diretor: Scott M. Gimple

Compartilhe está Notícia